Pelos “Becos da Memória” de Conceição Evaristo

“Becos da Memória” fora escrita nos anos 1980, porém somente publicado pela primeira vez em 2006. Não porque assim quis, mas pelas barreiras e os obstáculos produzidos e reproduzidos por nossa sociabilidade racista e patriarcal, calcadas em uma formação social baseada em séculos de escravidão e um processo de miscigenação, em larga medida, na base da violação e objetificação do corpo de mulheres negras e indígenas. A história da humanidade de Conceição Evaristo não começou por aí, mas teve nesse processo uma virada com marcas profundas.

“A casa das doidas”

O livro Prisioneiras de Drauzio Varella foi lançado em 2017 fechando uma trilogia de sua experiência em penitenciárias de São Paulo como médico voluntário. Completa o itinerário literário os livros Estação Carandiru (1999) e Carcereiros (2012). Iniciando seu trabalho como médico nas penitenciárias em 1989, a trilogia atravessa, portanto, 28 anos de experiência e convívio com o ambiente carcerário.