Virginia Woolf contra Damares

As imposições normativas de gênero funcionam como camisa de força que determinam lugares e condutas para homens e mulheres frente os quais teríamos que nos encaixar. Por isso, o discurso que está por trás daqueles que afirmam existir uma “ideologia de gênero” é, ao contrário do que afirmado, o mais ideológico e normativo-impositivo que existe; é o discurso que anula as possibilidades de autonomia dos sujeitos e de podermos experimentar a humanidade em sua plenitude.